02 junho 2018

38ª EDIÇÃO DO POETIZANDO E ENCANTANDO





Da Janela do Meu Quarto
Observando o desamor:
...Porque Vieste?...
Depois de lindo, e belo dia
sentada no banco do jardim,
quando teus lábios beijava
fantasias imagináveis,
todas elas perpassavam
do melhor que havia em mim!
Filmes, noites de amor,
eram magia, sem cessar,
naquela tarde de emoção
de alegria e paixão
um tanto acanhada,
mergulhada em inocência
que por instantes vislumbrava...

Tudo era novo, enfim,
de um momento para o outro
quase sem dar por mim
acabava de assinar, 
o ditoso manuscrito
confirmando aqule sim!...
Um tanto atrapalhada,
em direção à estação
onde o comboio passava,
carregando apenas compras
meu enxoval acrescentava...
Mas eis... que vem um turbilhão!
Aquela jovem mocinha
o primeiro que enfrentava,
pensou logo em desistir
do compromisso que assinara...

O vulcão enfurecia-se
no meio da agitação!!
Sem saber o que fazer, 
a linha férrea atravessava
com vontade de sumir
no primeiro trem que passava!...
Entretanto porém,
cabeça quente, esfriava
entre suspiros e ais,
o amor era mais forte
a tempestade abrandava...
Imóvel, serena, impávida,
em silêncio profundo
toda a nuvem se esvairava,
pela força do amor
o pobre coração acalmava...

18 comentários:

Manoel Messias dos Santos Filho disse...

Boa noite! Amei sua participação no poetizando e encantando, vim lá do blog da querida professora Lourdes, que nos ensina a amar poesias. Seguindo seu blog que é lindo e sua poesia encantadora. Não sou blogueiro, sou visitante. Manoel messias, bjz

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Que linda inspiração minha querida Luísa! Escolhestes uma imagem e poetizou e encantou!
este seu Olhar poético, esse caminhar nos trilhos resultou numa linda poesia! Obrigada minha querida por mais uma vez participar lindamente. Seja sempre bem vinda, sua participação nos encanta. Abraços, tenha uma noite de paz e um amanhecer feliz.

vanderleia maria disse...

Boa noite! vim lá do blog a prof Lourdes encantada com as poesias que amo. não sou poeta, escrevo pensamentos que me vem na mente e saem do coração. Sigo também o blog da biblioteca da escola em que estudo. Estou seguindo seu blog e visitarei os que participam do poetizando. Abraço de boa noite

Roselia Bezerra disse...

Boa noite, querida amiga Luísa!
Um tanto acanhada.... assim é no início e a gente vai aprendendo a conhecer o coração do amado e vai se desprendendo em gestos mais carinhosos e íntimos com ternura e encantamento doce, entretanto.
A novdiade do amor gera momentos de alegria infinita... causa alegria itnensa e a gnte vive no mundo da lua... bem assim!
Este estado de enamoramento da alma não passa... faz a gente rejuvenescer...
Quando se asssina 'o manuscrito' pode dar um frio no coração e um senso de responsabilidade que pode gerar um certo descontentamento, mas o amor tudo supera... como você discorreu em seus preciosos versos bem reais no quesito vivência do amor não imaginário, mas sim real...
O turbilhão quer tomar conta de nós e só sobreviveremos se estivermos ancorados no amor...
Esta vontade de sumir se dá quando pensamos que seja sobre perder nosso amado do coração...
O amor é um furacão gigantesco prestes a jorrar toda energia boa em nós!
Você poeta com a alma, querida amiga.
Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados!
Bjm fratenro de paz e bem

Ana Freire disse...

Mais uma belíssima participação!...
Amar é isso... é persistir... sem fugir, ao primeiro contratempo... infelizmente... parece que actualmente, as pessoas não toleram decepções... e desistem de afectos e relacionamentos, com relativa facilidade...
Gostei imenso do poema! Beijinhos! Desejando um óptimo domingo e uma feliz semana...
Ana

Toninho disse...

Bom domingo Luísa.
Li com sofreguidão sua poesia, o medo do trágico,
mas logo aflorou o sorriso no reencontro da paz e do amor
que carregava a bela jovem.
Bela participação e belo olhar.
Meu terno abraço de paz e luz.
Beijo amiga e que tenha uma semana abençoada.

Gracita disse...

Olá querida Luisa
Fui arrebatada pelo temor enquanto li uma história tão magnificamente delineada ao sentir o desespero da mocinha mas ao final veio a tão sonhada serenidade abrandada pelo amor
O poema é excepcional e me encantou ler-te. Parabéns amiga por esta magistral composição poética
Beijos e um domingo de paz e alegrias

Genilda Maria da Silva disse...

Querida Luísa, mais uma majestosa poesia! Fizeste uma bela escolha da imagem e sua poesia está verdadeiramente linda. Parabéns amiga por mais essa linda participação. Abraços, seja feliz.

Evanir disse...

Boa Tarde maninha Querida.
Eu hoje estou sentindo muito frio depois de uma
chuva na madrugada esfriou.
O frio para mim é sinal de aumento
de dor.
E infelizmente hoje esta sendo difícil
suportar.
Maninha...Fiquei encantada e emocionada
com tão lindo poema..
Tem bastante poetisas e poeta aqui no Brasil,
sempre disse ..Portugal é um mundo de poesias.
A anos com blog fiquei conhecendo muita gente
em cada casa portuguesa tem poetas divinos.
Agradeço por ter me presenteado com tão belo poema,
emocionou as palavras.
Ontem entrei no face tive q sair deixando tudo aberto,
quando consegui voltar me esposo me avisou ,
que meu telefone havia tocado .
Ao entrar já era tarde ñ estavas mais
me perdoe .
È triste quando entro em crise
tenho q para tudo.
Peço perdão mais infelizmente minha vida
mudou isso me causa grande sofrimento.
Um feliz final de Domingo.
Beijos em seu doce coração.

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Boa tarde, Luísa
Aplaudindo de pé a sua lindíssima poesia.
Excelente participação!
Um carinhoso abraço de
Verena e Bichinhos.

Antonio Pereira Apon disse...

O amor é mais forte e nos trilhos da calma, reencontramos o caminho para vencer, superar o desamor.

Um abraço e uma boa semana.

Larissa Santos disse...

Excelente participação e inspiração, Adorei. Parabéns amiga

Hoje:- Não nego, que o meu coração se apaixonou.

Bjos
Votos de uma boa noite.

RUDYNALVA disse...

Luísa!
Que desamor dolorido...
Participação linda e sofrida.
Parabéns!
Desejo uma semana repleta de realizações!
“O que eu sinto eu não ajo. O que ajo não penso. O que penso não sinto. Do que sei sou ignorante. Do que sinto não ignoro. Não me entendo e ajo como se entendesse.” (Clarice Lispector)
cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/2018/06/divulgacao-cultural-71-38-poetizando-e.html

CÉU disse...

olá, querida Luisinha!

Sei que não está a ver bem, pke me disse no comentário, k deixou no meu blogue. A visão é dos sentidos mais importantes, k temos. Já consultou o oftalmologista? Serão cataratas? Há k ir rapidamente ao médico.

O seu poema está mto engraçado. O que se pode ver da janela do nosso quarto!
Pois é, a menina lá assinou o papel e ficou arrependida, mas depois, o amor venceu tudo.

As minhas mãos lá vão indo, devagarinho. A partir do da 14 irão descansar. Estarei ausente da net, por uns diazinhos.

Beijinhos e as melhoras.

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Bom dia!
Passando mais uma vez com o convite do poetizando e já comunicando que acabei de postar antecipado. Esse final de semana haverá manutenção nos cabos da internet e na minha rua não sei acontecerá a falta. Na dúvida postei. As imagens dessa edição estão motivadoras a composição de lindas poesias!
Ficarei feliz com sua encantadora participação mais uma vez. O Poetizando ficará no decorrer de toda próxima semana a partir de hoje.
Deixo esse pensamento que me serviu muito de reflexão e impulso para seguir, espero que goste.
“Deslumbrante a grande arte da Vida é Acordar depois de um Sonho, levantar depois de um tombo, sorrir depois de uma Decepção e nunca se Desanimar!
É olhar pra Frente com a esperança de Vencer.
Lute sempre com fé e determinação em todos os momentos de sua vida.
Só não desista nunca dos seus objetivos nem dos seus sonhos”.
Abraços Carinhosos da amiga Lourdes Duarte.

Jaime Portela disse...

Uma excelente participação, já que o poema é magnífico.
Parabéns pela inspiração.
Bom fim de semana, amiga Luísa.
Beijo.

Diná Fernandes O.Souza disse...

Olá querida Luisa, que bela participação, gostei do poema, não importa os obstáculos, o amor é sempre vencedor, a imagem que se harmonizou lindamente com o poema.
Feliz final semana!

Bjs!

Larissa Santos disse...

Passando para desejar boa tarde:))

Do Gil António:- Sonho de um amor inconstante

Bjos
Votos de uma óptima tarde.