27 outubro 2018

58ª EDIÇÃO DO POETIZANDO E ENCANTANDO


Imagem escolhida
O Dom da Vida
Navegando e pensando
no meu labirinto
adentrando no mar, como meu recinto,
olhando pra mim de fora pra dentro
senti alegria, mas falta de tempo!

Pensei por instantes, naquele alto-mar
só Deus no momento eu queria enxergar?
Vi lá  ao longe, um luzeiro às cores,
afoguei minhas penas e lembrei meus amores!

Ouvi sorrisos, orações clamando
os anjos ao lado sempre me guiando,
ali de mansinho, sussurrava e dizia,
sei que Deus tenho, em minha companhia!

Era O ZENIT, onde eu naveguei,
visitei países que jamais esquecerei!
Foram dias magníficos, sublime fascínio,
ao cair da noitinha, ia registar
frases divinas, ao Senhor ofertar!

Olhei o céu, observei as estrelas,
o luar a espreitar, o canto da sereia
em alto-mar?
Olhei as águas  observei o reflexo
um espelho brilhante, era o meu teto!...

Silêncio e paz abriram-me a mente
como terra árida, que brota boa semente,
que leveza na alma!... Ar puro inspirar?...
Era o Cruzeiro a me tranquilizar...

Ó Deus de Amor!
...O Dom da vida, a Ti agradeço,
Fé maiúscula, sem peso nem medida,
faz bem ao Cristão, amar por inteiro,
que seria de mim?... Meu Pai-Celeste!
sem Tua bondade que em mim fizeste...





10 outubro 2018

Toque da Alma


A tua chave descobri
na gaveta do teu quarto
enquanto dormias amor
eu pintava o teu retrato...

Teus olhos eram azuis
tua face era rosada
teu sorriso era doce
a tua voz era meiguice
 eu ficava apaixonada...

O sentimento eu guardei
com ninguém o partilhei
a chave ali coloquei,
tentei esquecer e pensei
se sentimento se perde
porque então eu sofrerei?

O amor é traiçoeiro
mil voltas dá no terreiro
vai ali e acolá
dispersar o sentimento
expondo-o de noite ao relento
pensando ali murchar
não venha aborrecimento lhes dar...

Mas uma ferida se abre
jamais consegue fechar
o amor dentro do peito
é como espinho cravado,
a minar e aprofundar
querendo a chave encontrar
para eternamente amar...



09 outubro 2018

Ama-me Somente

Pinto-te de cores Belas
imagino-te de aguarelas
Vou fantasiando assim
vagueando no meio delas...

Sou como borboletas às cores
pousam em liberdade
Roubando sugando a seiva
com toda e total liberdade...

Queria eu ser libelinha
nenúfar no meio do lago
beber-te matar a sede
Beijar-te sem licença pedir
viver o amor desejado...

Seguir em frente asas coladas
como amor aparcelado
como na tela em que te pinto
sou por ti apaixonado...

Vivo porém sem esperança
pulsando de alma fechada
o coração não se abre
vive triste e acabrunhado...

Dai-me Senhor alento
e coragem pra relevar
este amor sincero e puro
a ti quero entregar!!

30 setembro 2018

55ª EDIÇÃO DO POETIZANDO E ENCANTANDO

Imagem escolhida
Apenas um Sonho Atrevido
Ex que oiço um cavaleiro
no meio da pradaria
avistando lá ao longe
um jovem passeando
pela hora do meio dia...

Sabendo que tinha que ir
era hora de almoçar
a curiosidade era tal
sentia algo no ar...

Seria meu príncipe encantado!
A ansiedade aumentava
o meu coração batia 
deixando-me hipnotizada
no meio da pradaria...

Decidi ficar por ali
imóvel, inerte, fantasiar
seria que era mágica
ou se estava a confirmar...

O sonho que eu tivera
naquela noite, naquele lugar
observei fiz  silêncio
o cavalo de rompante
parou de suspanse ao chegar...

O elegante cavalheiro
apeou, desceu
levemente,
trocou secas palavras
e um tanto reticente....

Olhou-me de alto a baixo
querendo algo desdenhar
cumprimentou-me por gentileza
como donzela especial...

Com aquele sorriso atrevido
confesso, senti-me atraída
como alguém que se rende
a um sonho surreal...

Acordei dando um suspiro
de coração bem agitado
o príncipe era apenas sonho,
cavalo branco não havia
deu lugar à escuridão
na vez duma pradaria!








22 setembro 2018

54ª EDIÇÃO DO POETIZANDO E ENCANTANDO

Imagem escolhida
Para Ti Meu Amor
Já fui barco e veleiro
percorrendo o mundo inteiro
encontrei em ti a chama
que aqueceu a minha cama,

entre sedas lenções de linho
todas elas engomadas
com muito amor e carinho...

Já fui sol à tua beira
fui tua doce menina
que embalavas nos teus braços
como jóia mais finininha,
Desejo-te como a dia
e o ar puro pra viver
sacias-me a fome e a sede
és o meu bem-querer!

já fui teu ninho de amor 
como o aroma da flor
hoje sou tua Princesa
com a minha alma presa
ainda olhas nos meus olhos
como se fosse Alteza...

Já fui tudo o que disseres
e o que de mim tu quiseres
sinto que ainda sou chama
ainda te não sou estranha,
sinto que me vês Donzela
teus olhos por mim suspiram
na pintura, da tua tela...
Sou Como Parra Ao Vento
Mexo com teu pensamento
ainda que não o digas
sinto-o a cada momento
cada palavra descrita
é a forma mais bonita
mostrar o seu bem-querer...

O céu estava estrelado
fiz pra ti  este meu fado
numa noite de luar
a serenata embalar...

Do poema à partitura
do cantar à melodia
ofereci-te o músical
lá naquela romaria...

A viola e a guitarra
ajudaram-me a preparar
aqueles versos e rimas
com que te quis brindar...

Nesta surpresa singela
soletrei a palavra amor
senti o teu coração
vibrar no teu interior!!










15 setembro 2018

53ª EDIÇÃO DO POETIZANDO E ENCANTANDO

imagem escolhida
Amores Em Sonhos
Do meu primeiro amor
sempre saudades terei
foi o priemiro e o ùltimo
que seus lábios beijei...

Aquele primeiro beijo
jamais o hei-de esquecer
teve gostinho de mel,
roubado sem permissão
ainda hoje o guardo
Numa caixinha ao lado
tem o nome...Coração...

Como me lembro meu -bem
a hora e o local
Foi o nosso primeiro encontro
no meio de um olival....

Numa tarde de Verão 
tudo aconteceu ao acaso
aquele jovem moreno
de cabelo acastanhado
acompanhando a donzela
sorrindo e apaixonado...

Por aqueles olhos castanhos
de azeitona verdeados
pelos lábios encarnados
e daquelas faces rosadas....

Estatura nem alta nem baixa
o peso era o ideal,
nem  gorda nem  magra
era a medida certa
para a mulher desposada...

No momento confessou 
que com ela já sonhara
dia após noite, aqueles cabelos
soltos, já ele os apertara...

Eram macios sedosos
compridos aveludados
prtendia ser seu dono
com um sim confirmado!

De bom grado aceitou
sentindo-se lisongeada
as palavras que houvira
muito ela as adorava,
só esperava o momento
para ser a sua amada...


08 setembro 2018

52ª EDIÇÃO DO POETIZANDO E ENCANTANDO

Imagem escolhida

Casa Mágica
Oh, Casinha velhinha
algures imaginada,
longínqua  e distante
não consigo alcnçá-la,
sei que é magia boa
o coração a persente...

Casa, velhinha e distante
relíquia de recordações,
vêm sentimnetos profundos
juntos de revelações...

O jardim, a natureza
o verde campestre
flores, hortências,
margaridas, rosas jasmim
são  flores minhas,  preferidas
sem dispensar o alecrim...

Ah! Saudade que não passa,
...Ah, saudade que não finda!
Da minha Casa-Natal
não encontro verso nem rima,
apenas mil recordações
do meu quintal e do poço
transformo minhas paixões...

Das pombas do meu pombal
Das roseiras e lilazes,
que sempre floriam na Páscoa
punha-os no Altar do Senhor
pedindo-lhe por aquela Graça...

Da infância, aos meus pais
dos amigos aos irmãos
Nunca haverei esquecer,
são um he-lo de ligação
que me dá alento para viver!!
Beijinho pra vocês
com carinho