21 abril 2018

32ª EDIÇÃO DO POETIZANDO E ENCANTANDO.


Envolvida de saudade
Pelo meu cavalo castanho
que era lindo de encantar,
era meigo inteligente
só lhes faltava falar!!
Dele guardo mil recordações
das ferraduras afinadas
do toque ao chegar aos portões,
e das memórias guardadas
de certas ocasiões...

Ah, que saudade sinto
se o disser não minto,
as vezes que te amei
após descer do cavalo,
os teus lábios beijei...
Eram doces e carnudos
volumosos da cor de mel,
a jovem das tranças pretas
com cheirinho a violetas,
entregando duas letras
rabiscadas num papel...

Vem meu amor ao jardim!!
autenticar o meu sim,
sou menina vaidosa
princesa desse castelo,
não me deixes à mercê
vem... mil beijinhos dar-me,
meu coração libertar
deste ciúme senil
que só me faz sufocar!!

Ah, que saudades sinto
dos bailados da eira,
das  flores junto à roseira
daquele perfume reqintado
e da paisagem rotineira...
Das vezes que me esperavas
da escapade-la que davas
pelas noites de luar,
tantas vezes a sonhar
vinhas meus lábios beijar...
Pedindo às estrelas do céu
que prendessem  o luar
que a noite jamais acabasse
para o sol não raiar!!











13 comentários:

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Minha querida Luísa! mesmo dodói, participou de uma forma encantadora. Amiga, fiquei preocupada com sua saúde será que não estais forçando demais amiga. Se cuide, tenha repouso. obrigada pelos votos de que tudo corra bem com minha cirurgia. Estou confiante em Deus que vai da tudo certo e assim que for possível darei notícias. Muito obrigada por tudo, o carinho e a atenção que tem tido para comigo, a sua participação com esta magnífica poesia.OBRIGADA!

Abraços, fica na paz de Deus.

Elza Interaminense disse...

Ah, que saudades sinto
dos bailados da eira,
das flores junto à roseira
daquele perfume reqintado
e da paisagem rotineira...

Querida Luísa comecei com fragmentos da sua linda poesia que me encantou. Amiga, mesmo não estando bem, li no blog da Lourdes, você participou lindamente. Lhe desejo melhoras, se cuide e não ultrapasse seus limites, a saúde é coisa boa.
Parabéns, forte abraço

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida amiga Luísa!
Como passou da cirugria? Espero que bem e já em esdtado de pleno restabelecimento, amiga!
Que lindo ler seu poema! Senti-me na cena... contemplei com o coração...
Senti o ser desta princesa linda que escreve com primazia de palavras meigas e que nos encanta com seu jeito formoso com o cavalo da cena lindamente abraçado pela dama amorosa.
Precioso poema onde a beleza da imagem perpassa por todos seus versos tão bem poetados como lhe é peculiar!
Estou extasiada com o que li e senti!
Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados!
Bj de paz e bem

Gil António disse...

Bom dia. Uma delicia de leitura o seu maravilhoso poema. Fiquei fascinado ao ler.
.
* Cavalo e Amazona - amizade sem tempo ( Poetizando) *
.
Cumprimentos poéticos.

Elisabete disse...

Parabéns por este lindo poema!
Bom domingo.
Bjs

Ana disse...

um bonito poema! bom fim de semana :)
beijinhos https://ratsonthemoon.blogspot.pt/

Poesia do Bem disse...

Uma bela construção poética. A saudade dos bichos de estimação, amigos, com quem se vive momentos lindos e compartilham amizade

Alegria de Viver disse...

Boa noute Luisa, como estás querida? espero que se recuperando bem. Participou lindamente querida, lindas memórias num poema maravilhoso.
Votos de uma breve recuperação, se cuide querida.

Bjs!!

Toninho disse...

Olá Luísa, que linda inspiração numa poesia saudosista elegantemente construída com detalhes, que entramos pela poesia. Um grande amor assim deixa no ar perfumes de tudo que se move e fica sagrado como todo grande amor. Aplausos amiga por esta partilha bela realmente de encanto.
Que a semana seja abençoada, que esteja livre dos incômodos das dores e que um sorriso possa esboçar em cada manhã.
Meu terno abraço amiga.
Beijo de paz.

Graça Pires disse...

Muito inspirada. Claro que o cavalo também ajudou...
Uma boa semana.
Um beijo.

Larissa Santos disse...

Parabéns pela sua inspiração. Adorei :))

Hoje:- Meus olhos vagueiam em teus lábios
.
Bjos
Votos de uma boa noite

Ana Freire disse...

Um poema encantador, de deliciosa leitura!...
Mais um belíssimo trabalho poético, Luisa!
Adorei cada palavra! Beijinhos
Ana

RUDYNALVA disse...

Luisa!
Espero que esteja restabelecida.
Que linda inspiração querida, com versos concisos e precisos que tocam no coração.
“Os piores estranhos são aqueles que vivem na mesma casa e fingem que se conhecem. Conversam banalidades, mas nunca o essencial.” (Augusto Cury)
cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/2018/04/divulgacao-cultural-54-32-poetizando-e.html