16 agosto 2017

Voltar a "criança"

Ah!... Como é lindo,

voltar a criança...!
como é belo
recordar a infância!...
Mas  não tem só pró
também tem contra,
a idade não perdoa
o corpo cresceu
já não é mais de criança!!
Mesmo assim,
É tão bom recordar
os momentos de inocência
Que não ocupam lugar!
Brincadeiras preferidas
as ternuras vividas,
o carinho e aconchego
da família e do lar!...
Oh!...É um sem-fim
De lamentos,
de memórias guardadas
a sussurrar à voz do tempo,
Vão e vêm velozmente
perdem-se várias 
num  só de-repente...!
Esta mente já cansada
e uma parte dormente,
peço a "Deus"...
Que jamais, se apague

na minha mente!! ...

14 comentários:

Maria Rodrigues disse...

Como eu gosto de recordar o meu tempo de criança.
Adorei o seu poema, é lindo.
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

É bom voltar a infância
Em pensamento somente
E ver que a gente se sente
Perto daquela distância.

Isto porque vem a ânsia
De brincar que antigamente
O nosso ser inocente
Tinha outra substância

Na alma. Talvez o amor
Daquele ser, o valor
Fosse algo até divino.

Eu sou o adulto senhor.
Sou o que minha alma for.
De alma eu sou um menino.

Grande abraço. Laerte.

CÉU disse...

Olá, querida amiga!

É difícil e quase impossível não lembrarmos a nossa infância, e se ela foi feliz e não traumatizante, é "ouro sobre azul".

Dizem que qdo chegamos a velhinhas, viramos crianças, outra vez, pke ficamos muito sensíveis, a carecer de mta atenção e só queremos mimo. Em minha opinião, acho que deveríamos querer sempre isso, sem importunar e continuarmos independentes e sãs da mente.

Gostei da forma simples, mas mto real como colocou este tema em prosa poética.

Beijos e um sincero abraço.

FELIZ E LUMINOSO DOMINGO!

Evanir disse...

Minha querida e tão doce irmã amiga.
A tanto tempo caminhamos lado a lado nessa
vida que se torna um gigante diante,
do temo e espaço das horas.
Tenho feito pouquíssimas visitas minha querida,
bem sabes tudo sobre mim quando conseguimos nos falar.
Querida agradeço pelo seu carinho ,,
que tão bem me faz parece sentir quando estou a padecer.
Minha querida adorei seu poema parece usar gotas
de vida a cada verso.
Uma feliz e abençoada semana.
Beijos da sua maninha.
Evanir.

CÉU disse...

Olá, querida Luisinha!

Espero que esteja bem e feliz e fazendo as malas pra visitar a nossa Sintra, que é deslumbrante. Duvido que nos encontremos por lá, pke há uns bons aninhos que não visito esta linda vila/cidade. Fica-me fora de mão e eu gosto de ser sedentária (sou alentejana, já se vê -rs)! Não gosto do micro clima de Sintra, que acho nada saudável.

Não poderia ter tirado o seu curso, Turismo, pke eu sou mto caseira e embora uma das minhas formações académicas superiores seja em História, não sou impelida a visitar isto e aquilo (sou pouco curiosa) e eu só faço aquilo, que me apetece fazer, efetivamente, com sentido crítico e decência. Vivo na zona Norte de Lisboa, perto do Parque das Nações, e toda a minha vida, profissional e particular, se desenvolvem nesta zona.

Agora, está na moda viver na Lisboa Antiga. Sinceramente, nem k me dessem uma casa de graça, lá, eu aceitaria viver nos bairros populares, agora mto chiques. Vivo num amplo e moderno dormitório, classe média alta, onde há de tudo, nomeadamente paz e serenidade, pke a vizinhança mal se conhece. A minha casa, k é um T4 só tem um senão: tem duas frentes e uma delas é virada para o Tejo, que vejo a toda a hora. Eu não gosto de mar, nem rios, nem paisagens, que metam água. Gosto de interioridades, sossego, poucas pessoas, sombras e simultaneamente luz. Resumindo e concluindo, não sou uma pessoa mto "normal", vulgar (rs).

Beijinhos, bons passeios e uma excelente semana.

CÉU disse...

Boa noite, querida Luisinha!

Muito agradeço a sua conversa, que não será chamada, nem ao seu blogue, nem ao meu. Concordo, absolutamente com a minha amiga. Grata tb pela "encomenda". Estou com obras em casa, pintura, remodelação de algumas partes das 3 casas de banho e a confusão é quase total, mas eu sabia k isto iria acontecer, qdo me propus a fazer estas remodelações. Há k se ter paciência e eu tenho muita.

Conheço mal Trás-os Montes, e nunca estive em Bragança, mas sim em Chaves e Vila Real. Sei k a gente daí é mto afável, sabe receber, justa e determinada e isso são qualidades, que aprecio. Depois, "falamos"!

Beijinhos e uma feliz noite.

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga passei para desejar uma excelente semana e deixar um beijinho.
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Existe Sempre Um Lugar disse...

Olá, recordar faz parte do nosso sentimento, viver o passado é confortante, o poema é maravilhoso.
Continuação de feliz semana,
AG

Élys disse...

Retornando de um tempo de descanso aqui venho e encontro uma poesia linda, pois recordar o tempo de infância muito me faz bem,
Um abraço .
Élys.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Amiga! Obrigado pela sua simpática visita na minha pagina.
Desejo que tudo esteja bem consigo, feliz semana,
AG

CÉU disse...

Olá, querida Luisinha!

Está bem, minha amiga? As férias foram ou estão a ser boas?
Há mto tempo que não publica! Esperemos, que, brevemente, apareça no seu espaço.

Beijos e bom domingo.

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Não sabia que não era seu seguidor - agora me faço presente na galeria dos seguidores. Abraço. Laerte.

Maria Rodrigues disse...

Passei para desejar uma boa semana e deixar um beijinho
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Evanir disse...

Ainda é tempo de apreciar as flores que estão inteiras ao nosso redor.
Ainda é tempo de voltar a Deus e agradecer pela vida física,
que embora passageira, se perpetua em nós espiritualmente..
Venho te deixar meu carinho.
Desejar um abençoado final de semana .
Saúde sem ela não teremos paz.
Beijos carinho e saudades.
Estou preciso do seu carinho minha maninha.