17 março 2018

27º EDIÇÃO DO POETIZANDO E ENCANTANDO


                   Temática para a imagem
O bater da Saudade
Tenho Tudo embrulhado
numa caixinha de papel
ás vezes se desfaz
parece um pote de mel...

Daquele que jamais existe,
quando a saudade bate
o coração não resiste,
daquele que me criou, que me afagou
que me carregou no colo
e de lágrimas nos olhos
tantas vezes me beijou...

Meu Pai sim! Ele foi pai, foi mãe,
...ela partiu para o Céu
de tenra idade me deixou,
ah, como a saudade dói!
...Do meu pai, da infância,
dos carinhos, da ternura
e até da sua bravura...

Das chamadas de atenção
do respeito, educação,
do homem alto, robusto
charmoso,  e sentimental
que no berço aprendi amar...

Saudade sim! Da minha casa natal
como ela não há igual,
do pilar forte familiar
do cordão umbilical,
apesar da sua morte
sempre o vou  recordar...

15 comentários:

Larissa Santos disse...

Lindo demais. Parabéns

Hoje:- A Chuva lava-me a alma.

Bjos
Votos de uma feliz noite

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Minha querida Luísa! quantas recordações boas, quantas saudades em seu livro da vida. Uma bela história contada em versos. Um pai maravilhoso que não está mais aqui, mas vivo está no seu coração. Obrigada querida por mais uma vez participar lindamente! parabéns! Seja sempre bem vinda, abraços

Elza Interaminense disse...

Olá amiga Luísa! Parabéns pela linda participação.
Mesmo sem tempo, pois estou fazendo doces e salgados para encomendas, não poderia deixar de participar desta edição. A minha postagem se baseou mais na importância do livro, espero que goste. Tem poesia para não fugir do poetizando.
https://bibliotecamadre.blogspot.com.br/2018/03/27-edicao-do-poetizando-e-encantando.html
Abraços, feliz fim de semana.

Genilda Maria da Silva disse...

Amiga, foleasse o livro da vida e encontrasse a saudade do seu pai que foi pai e mãe. Como é maravilhoso quando as pessoas partem e deixam grande saudades.
A vida é assim e todos os dias escrevemos nossa história. Parabéns pela linda inspiração. Abraços

Antonio Pereira Apon disse...

Tocante, emocionante versar da saudade, das lembranças acarinhadas no coração. Bela participação.

Um abraço e bom domingo.

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida amiga Luisa!
Obrigada pelo carinho no comentário em meu blog, minha querida.
Seu jeito de poetar é meigo e o que escreve é o que todos gostaríamos de dizer dos nossos pais...
Tão bom quando se pode versejar com estes sentimentos puros em relação ao livro pessoal da nossa vida!
Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados!
Bjm de paz e bem

Gil António disse...

Bom dia. Ficando deslumbrado com o seu poema. Maravilhoso ler.
.
* Mãos de amor que seguram um livro fechado ( Poetizando ) *
.
Votos de um dia feliz

✿ chica disse...

Que lindo poema..Adorei o verso que fala que por vezes a saudade parece um pote de mel... Bem assim! beijos, tudo de bom,chica

RUDYNALVA disse...

Luisa!
Belíssima homenagem ao seu pai, precurssor de todo aprendizado em sua vida e no estímulo para a leitura e escrita.
Semaninha de luz e paz!!
“Quando choramos abraçados e caminhamos lado a lado. Por favor amor me acredite, não há palavras para explicar o que eu sinto...” (Renato Russo)
cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/2018/03/divulgacao-cultural-37-27-poetizando-e.html

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Que maravilhosa homenagem ao seu pai Luísa!
Devemos todo o nosso aprendizado a eles com certeza.
Bjs e obrigada pela visita.
Carmen Lúcia.

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

A saudade é ligação
Entre o Amor e ausência.
No bater do coração
Se encontra essa essência.


Beijo
SOL

Toninho disse...

Uma imagem, um olhar, um não segredo de uma bela saudade, que faz acordar,
os mais belos sentimentos de gratidão. Uma saudade, uma dor que aclara,
pelas lembranças boas e eternas. que vem como afago.
Uma bela participação ainda que esta saudade punja.
Semana maravilhosa para você Luisa.
Meu carinhoso abraço.

Nicolaz Marcio Jordan Lopes disse...

Oi Luisa!

Seus versos me trouxeram lembranças (mais fortes do que de costume) de meu saudoso pai, que perdi quando tinha sete anos de idade. Foi maravilhoso ler seus versos!

Parabéns pela participação querida amiga!

Pode visitar minha participação aqui: https://jjuliojl.blogspot.com.br/2018/03/livros-velhos-amarelecidos.html

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Olá amiga!
A gente aprende com os erros e erra com os acertos.... Vamos adiante, temos que caminhar mesmo assim. Amanhã será o dia do Poetizando e Encantando.
Deixando hoje o convite, pois muito me honra sua maravilhosa participação mais uma vez!

A poesia convida-nos
A soltar as palavras
Buscar nas imagens inspirações
Algo que possa falar do amor
Da natureza ou outra situação.
Encantar-nos com
Tantas belezas
vindas dos corações.
Mas, apenas um
Pensamento me invade
E dele não posso falhar,
Quantas poesias lindas
Irão nascer de grandes poetas
Que participam desta BC.

Nesta edição, sugeri mais de uma imagem para que o campo poético fosse mais aguçado.
Abraços da amiga Lourdes Duarte.


Ana Freire disse...

Uma belíssima participação, que muito me sensibilizou... tanto mais, que também perdi o meu pai bem cedo!...
Mais um belo momento poético, que me encantou!
Beijinho
Ana